sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

Sucesso em 2011


Happy New Year
Originally uploaded by *Tuvy*
Última postagem do ano, das poucas que consegui fazer, para desejar um feliz ano novo para os amigos que por aqui passaram, passam e passarão.

Tenho que dizer que 2010 foi um ano assim... equilibrado entre tombos e coisas boas.

Coisas ruins que obrigam a tomar decisões que revertem em coisas boas, como por exemplo, finalmente, ter comprado uma casa... OK, a casa ainda é mais da Caixa Econômica do que minha, mas é a MINHA CASA, coisa que acho que nunca tive de verdade, só agora!!!

Então, primeiro vou agradecer pelas conquistas de 2010, minha primeira casa, minha primeira viagem para os EUA, minha primeira viagem ao exterior em muitos anos e também, porque a minha família e amigos estão bem, com saúde.

E em seguida assumir um compromisso com 2011, de manter a garra com que venho aceitando os desafios que a vida tem me proposto, nem sempre bem-vindos, mas todos enfrentados com muita disposição e porque não dizer, sucesso!!

Feliz 2011 para todos !!!!

domingo, 5 de dezembro de 2010

Você é autêntico?


As Olívias Palitam
Originally uploaded by *Tuvy*
Quantas vezes você já ouviu alguém bater no peito e dizer 'eu sou autêntico', querendo dizer que o seu jeito de ser é o melhor, sempre seguido de um 'as pessoas tem que me aceitar como eu sou!!'...

Bom, começando pelo 'ser autêntico'.
Do Aurélio: adj. Revestido das formalidades legais requeridas: documento autêntico. / Que não pode ser contestado; verídico, exato: história autêntica. // Obra autêntica, que é do autor a quem se atribui.
Bem, eu sou autêntica... uma autêntica finlandesa, uma autêntica loira, uma autêntica profissional, etc. Ou seja, eu não me passo por algo que eu não sou, e se o fizesse, ainda assim, eu seria uma autêntica mentirosa.
Ser autêntico não é ser primitivo, sem educação, ser dono da verdade, ter sempre razão em tudo e não respeitar quem pensa diferente de si. Mas tem gente que pensa que é.

Quanto à frase, as pessoas tem que me aceitar como eu sou... bem, essa frase merece uma séria reflexão. Têm mesmo? Porque? Porque elas aceitariam alguém que lhes desagrada, que as desrespeita, que não consideram suas opiniões e fogem de debates?
Bom, não é bem assim... e as pessoas que pensam assim, invariavelmente sofrem, ficam sós, ou rodeadas de pessoas que são tão donas da verdade quanto elas, e que sempre passam temporariamente, pois na primeira discórida, os 'donos da verdade' viram inimigos mortais.

Enfim, infelizmente conheço algumas pessoas assim, e convido-as a pensarem que vantagem estão levando ao se recusarem a repensar sua atitude.